Pirataria não prejudica “Guerra dos Tronos”, diz diretor

Imagem promocional

Imagem promocional

David Petrarca, diretor de Guerra dos Tronos, não parece muito preocupado com o fato do seu seriado ser o mais pirateado da internet, com cerca de 4,3 milhões de downloads por episódio. Pelo contrário, ele diz que a pirataria pode fazer bem para o seriado e para  sua emissora, a HBO.

A alta taxa de pirataria do seriado justifica-se não só pela qualidade do mesmo, mas como resultado da política da HBO de não vender o seriado. Recusando inclusive uma oferta milionária do NetFlix no ano passado, fazendo com que milhares de fãs ao redor do mundo só possam assistir legalmente o seriado, muito tempo depois dele ter sido exibido nos Estados Unidos.

Mas David, não parece se preocupar a pirataria que isso causa, ele diz que de certa forma a pirataria é mais vantajosa do que prejudicial para o seriado. Afirmou que a alta taxa de pirataria gera um “bochicho cultural” em torno do seriado. “É assim que eles (HBO sobrevivem”  disse o diretor numa discussão na Universidade do Oeste da Austrália.

Em outras palavras, o diretor acredita que os comentários a respeito da Guerra dos Tronos gerados pelos piratas colocam o seriado em evidência, fazendo com que as pessoas comprem assinaturas do HBO.

Porém essa política da HBO é um tanto controversa, embora no momento possa gerar grandes lucros para a emissora, é questionável a sua eficácia a longo prazo, afinal não deve ser muito fácil convencer alguém a assinar o canal depois que ele conhecer o BitTorrent.

[TorrentFreak]